[Regressar à Tábua Cronológica]

Aguarde um momentos por favor. A página está a carregar.

IDADE MÉDIA

395: Morte de Teodósio. Com este acontecimento, consideram os Historiadores que se encerra a ANTIGUIDADE e se inicia a IDADE MÉDIA.

407: As legiões romanas retiram-se da Bretanha. l Invasão da Gália pelos povos germânicos.

409: Vândalos, alanos e suevos instalam-se na Península Ibérica.

410: Os visigodos, chefiados por Alarico, conquistam e saqueiam Roma.

416: Os visigodos instalam-se na Península Ibérica.

420: São Jerónimo morre em Belém (Palestina).

c. 425: Os hunos fixam-se na Panónia e os godos na Dalmácia. l Os anglos invadem a Grã-Bretanha.

426: Santo Agostinho: A Cidade de Deus.

429: Os vândalos desembarcam em África.

432: Evangelização da Irlanda por S.Patrício.

434: Átila, rei dos hunos.

439: Os vândalos tomam Cartago.

441: Anglos e Saxões conquistam a Bretanha.

448/49: Os suevos da Península Ibérica convertem-se ao cristianismo.

451: Átila, rei dos hunos, invade a Gália mas em Tróia é batido pelos francos, alemães e romanos.

452: Átila na Itália.

453: Morte de Átila, fim do reino dos hunos.

455: Os vândalos saqueiam Roma.

468: Eurico, rei visigodo, conquista a Península Ibérica.

476: Os reis godos na Itália. l Odoacro, rei das tribos germânicas, informa Constantinopla que acabou o Império do Ocidente.

481: Clóvis é proclamado rei dos francos.

489: Os ostrogodos, comandados por Teodorico, invadem a Península Ibérica.

493: Teodorico funda o reino ostrogodo da Itália.

520: Keitai-Tennô promove a unidade japonesa.

527: Justiniano, imperador do Oriente; época de esplendor; guerra com os persas.

529: Belisário, general de Justiniano, conquista Nápoles. l Justiniano fecha as escolas de Atenas, que tinham prosperado durante cerca de um milénio. l Em Monte Cassino, S. Bento funda a Ordem dos Beneditinos.

533: África do Norte, província bizantina.

543: Grande peste em Constantinopla.

552: Penetração do budismo no Japão.

555: Justiniano expulsa os godos da Itália que é convertida em província bizantina.

565: Morte de Justiniano. l Os lombardos conquistam o norte da Itália, ficando Roma e Ravena em poder de Bizâncio.

568: Os lombardos invadem a Itália.

c. 570/71: Nascimento de MAOMET.

579: Peste em Roma.

581: Yang-Kien unifica os territórios da China.

589: O reino visigodo da Península Ibérica converte-se ao cristianismo.

590: O Papa Gregório Magno promove a unidade cristã no Ocidente, sob a direcção de Roma.

596: Começo da evangelização dos anglo-saxões.

603: Conversão dos lombardos ao cristianismo.

606: Fundação do templo budista de Nara (Japão). l No norte da Índia, reino de Harcha Vardhana.

610: Em Bizâncio, início de Heráclio como imperador de Oriente.

614: Os persas tomam Jerusalém.

618: Época de ouro da cultura chinesa.

619: Cosroes II, da Pérsia, é também o senhor do Egipto, de Jerusalém e de Damasco e mantém exércitos no Helesponto. l Dinastia Tang, na China.

621: O budismo, religião oficial do Japão.

622: Heraclio liberta a Ásia Menor. l A «hégira» de MAOMET.

626: Na China, dinastia dos Tang.

627: Vitória de Heráclio sobre os persas, em Ninive. l Império Khmer na Indochina (Camboja).

629: Heráclio reconquista Jerusalém para os cristãos.

630: Triunfo de MAOMET, a Arábia submetida ao islamismo. l Os chineses submetem os turcos orientais. l Introdução do budismo no Tibet.

632: Morte de MAOMET.

633: Primeira edição do Corão.

634: Omar, segundo califa com poderes imperiais.

636: Os muçulmanos conquistam a Síria.

637: Os árabes, conduzidos por Omar, conquistam a Palestina (Jerusalém) e Antióquia.

639: Os árabes conquistam a Mesopotâmia.

640: Os árabes no Egipto.

642: Os árabes em Alexandria.

644: Otman, terceiro califa.

645: No Japão, organização do Estado segundo o modelo chinês.

646: Os árabes conquistam a Arménia.

647: Os árabes conquistam Tripoli.

650: Os kazares estabelecem-se no Don l Na China aparecem os estribos para montar.

651: Os árabes ocupam a Pérsia.

653: Redacção canónica do Corão.

655: Os árabes afundam a esquadra bizantina.

656: Morte de Otman. l Começam as lutas pelo califado.

661: No Islão, dinastia dos Omíadas.

664: Primeiras incursões árabes na Índia.

668: Por mar, o califa Moawija ataca Constantinopla. l Os chineses conquistam a maior parte da Coreia.

670: Os árabes no norte de África.

687: Construção da mesquita de Omar, em Jerusalém.

692: Derrota de Justiniano pelos árabes, na batalha de Sebastópolis.

695: Justiniano foge para a Crimeia. l Dicionário sânscrito-chinês.

698: Os árabes conquistam Cartago.

704: Os árabes conquistam Samarcanda e, entre outras riquezas, apoderam-se do segredo de fabricação do papel.

707: Construção da mesquita de Damasco.

709: Queda de Ceuta, fim da conquista árabe no norte de África.

710: Rodrigo, último rei visigodo. l Era de Nara, no Japão.

711: Partindo do norte de África, exércitos berberes comandados por Tarique, invadem a Península Ibérica.

715: As possessões do califa Valid I estendem-se dos Pirinéus à China.

716: O apóstolo Bonifácio inicia a evangelização da Alemanha.

717: Carlos Martel, marechal do reino dos Francos.

717/18: Solimão, filho e sucessor de Valid, tenta em vão tomar Constantinopla.

718: Revoltado contra o domínio dos Mouros, Pelágio funda o reino das Astúrias.

720: Toulouse sitiada pelos árabes.

722: Pelágio derrota os Mouros na batalha de Covadonga.

727: Progresso de Veneza, aliada de Bizâncio.

730: Carlos Martel submete o último duque alemão.

731: O Papa Gregório III excomunga os iconoclastas.

732: Em Poitiers, Carlos Martel derrota os muçulmanos.

734: Na China, idade de ouro do período Tang.

737: O budismo passa a ser religião oficial no Japão. l Pelágio funda o reino das Astúrias.

738: Invasões árabes na Provença.

739: Afonso I, rei cristão de Espanha.

741: Morte de Carlos Martel. l Constantino V imperador de Bizâncio.

742: Nascimento de CARLOS MAGNO.

750: Dinastia árabe dos Abássidas.

751: Pepino o Breve, é coroado rei de França; início da dinastia carolíngia.

756: Fundação do emirato de Córdoba.

757: Os reinos coreanos libertam-se do domínio chinês.

759: Pepino conquista Narbona aos árabes.

760: Campanha de Pepino na Aquitânia.

768: Morte de Pepino.

771: CARLOS MAGNO, rei único dos francos.

774: CARLOS MAGNO conquista a Lombardia.

785: Campanha de CARLOS MAGNO contra Witking e líderes saxões.

786: Construção da mesquita de Córdoba.

786/809: Harum-al-Raschid, califa de Bagdad.

793: Primeiras incursões normandas na Inglaterra.

795: Os japoneses transferem a capital para Quioto.

795/816: Leão III, Papa.

c. 800: Surge a primeira pauta musical.

800: Leão III coroa CARLOS MAGNO como soberano do Sacro Império Romano-Germano.

806: Os francos conquistam a Boémia.

810: Veneza submete-se aos francos.

814: Morte de CARLOS MAGNO.

820: Os normandos atacam a Irlanda.

822: Abd-al-Rahman III, emir de Córdoba.

825: Os árabes conquistam Creta.

828: Egberto torna-se o primeiro rei de Inglaterra. l Os árabes na Sicília.

833: É construído pelos árabes, em Bagdade, o primeiro observatório de astronomia.

838: Os árabes saqueiam Marselha.

839: Os normandos fundam um reino da Irlanda.

840: Início das invasões normandas na Inglaterra.

841: Os normandos atacam o norte da França.

843: Tratado de Verdun; o império de CARLOS MAGNO é partilhado pelos seus três netos e são assim lançadas as bases territoriais dos futuros Estados da França, Alemanha e Itália. l Fim da querela iconoclasta com o triunfo da ortodoxia.

843/44: Os normandos saqueiam Lisboa, Beja e várias localidades do Algarve.

845: Os normandos em Hamburgo e Paris.

846: Os árabes saqueiam Roma.

c. 850: Os chineses descobrem a pólvora.

850: Os normandos estabelecem colónias junto à foz dos rios Sena e Loire. l Luís II, imperador. l Morte de Al-Khuwarizmi, iniciador da álgebra, com um sistema decimal possivelmente de origem hindu. l Surgimento, no Mediterrâneo, de embarcações com velas latinas.

851: Os normandos em Londres e na Cantuária.

852: Boris, o primeiro rei cristão da Bulgária.

859: Os normandos arrasam Navarra.

860: S.Cirilo inicia a evangelização dos povos eslavos.

862: O normando Rurik torna-se senhor de Novgorod e de Kiev. l Invenção da escrita Cirílica.

864: O czar Boris, da Bulgária, converte-se ao cristianismo.

865: A frota dos russos-normandos ameaça Constantinopla.

867: Basílio I, primeiro imperador bizantino da dinastia macedónica.

868: O Egipto separa-se do califado abássida.

871: Alfredo, o Grande, de Wessex (Inglaterra), vence os normandos.

874: Os normandos estabelecem-se na Islândia.

875: Carlos, o Calvo, coroado imperador.

876: Em Constantinopla, construção da Nea, basílica com planta em forma de cruz.

878: Data provável da fundação do Mosteiro de Lorvão.

878: Os árabes ocupam Siracusa.

881: Carlos III, o Gordo, imperador.

885: Paris sitiada pelos normandos. l Os bizantinos recuperam a Itália meridional.

889: Apogeu da civilização khmer.

891: Guido de Spoleto coroado imperador.

893: Simeão, primeiro czar da Bulgária.

904: A frota russa deixa Constantinopla.

905: Navarra, reino independente.

906: Invasões húngara na Morávia e Europa Central.

909: Dinastia fatimita no Egipto.

910: Fundação da Abadia de Cluny

911: Conrado I, rei efectivo da Alemanha.

912: Rolando estabelece-se na Normandia.

914: Ordoño II, das Astúrias, primeiro rei de Leão.

915: Os árabes são expulsos da Itália central.

916: Berengardo coroado imperador.

919: Henrique de Saxe é eleito rei da Alemanha.

920: Apogeu da civilização tolteca, no México.

c. 925: Fundação de Cuzco pelos incas (Peru).

929: Abderramão III é proclamado califa de Al-Andalus.

930: Islândia independente; época das Sagas escandinavas.

936: Otão I, rei da Alemanha.

939: Ramiro II derrota os árabes.

941: Outra vez a frota russa ameaça Constantinopla.

942: Evangelização dos húngaros.

945: Construção da mesquita de Córdoba.

950: Berengário, e o seu filho Alberto, reis de Itália. l Por esta data aparecem os moinhos de vento, na Pérsia. l Por esta data aparece também o moderno arnês de tiro, na Europa.

956: Morre Al Mas'udi, em cujas obras aparece uma primeira versão persa das 1001 Noites.

957: Olga, princesa russa, converte-se ao cristianismo.

959: Os bizantinos alcançam o Tigre; máxima expansão do seu império.

960: Dinastia Song, na China.

961: Os bizantinos conquistam Creta aos árabes.

962: Data provável da revolta do Conde de Portucale contra o domínio do Rei de Leão. l Otão I é coroado imperador por Leão XII e funda o Sacro Império Romano-Germânico.

966: Micislau, duque da Polónia, converte-se ao cristianismo.

969: Fundação da cidade do Cairo pelos fatimidas.

970: Os fatimidas conquistam Damasco.

973: Otão II, rei da Alemanha.

975: Os árabes são expulsos do sul de França.

976: Basílio II, imperador de Bizâncio.

978: Novas invasões dinamarquesas na Inglaterra.

987: Hugo Capeto, rei de França.

989: Conversão da Rússia ao cristianismo.

990: Dinastia Hsi-Hsia, na China.

992: Boleslau Chrobi, fundador e rei da Polónia.

995: Introdução do cristianismo na Noruega.

997: Estevão, fundador e rei da Hungria.

c.1000: O viking Leif Erikson arriba à costa nordeste da América. l Os vikings criam a escrita rúnica.

1002: Etelredo extermina os dinamarqueses na Inglaterra.

1009: Os árabes destroem o Santo Sepulcro.

1013: Svend I, da Dinamarca, também rei da Inglaterra.

1014: Canuto II torna-se rei da Inglaterra, da Dinamarca e da Noruega.

1020: Santa Sofia, de Kiev: monumento de arte bizantina.

1024: Apogeu do Sacro Império Romano-Germânico no reinado de Conrado II.

1031: Em Espanha, queda da dinastia dos Omíadas (árabe).

1037: União de Castela e Leão.

1039: Lisboa, até então dominada pelos Omíadas, é conquistada pelos Abássidas.

1042: Os dinamarqueses expulsos da Inglaterra.

1043: A frota russa ameaça Constantinopla.

1048: O Papa Leão IX empreende a reforma eclesiástica.

1050: A primeira escola médica europeia, em Salerno.

1054: Ruptura da Igreja grega com a romana.

1056: Henrique IV, rei do Sacro Império Romano-Germânico, bate os saxões na Turíngia e entra em conflito com o Papa. l Os almorávidas na África do norte.

1059: Construção da Abadia de Westminster.

1063: Inicia-se a construção da Catedral de Pisa.

1064: Os cristãos reconquistam Coimbra aos mouros; governo do moçárabe Sisnando.

1066: Guilherme da Normandia conquista a Inglaterra; fim da dinastia saxónica e início do feudalismo.

1070: Os normandos conquistam o sul da Itália.

1071: Despertar do Islão com os turcos.

1073: Eleição do Papa Gregório VII; condenado o tráfico de funções, o casamento dos padres e as investiduras laicas.

1075: Inicia-se a construção da Igreja de Santiago de Compostela.

1078: Inicia-se a querela das investiduras laicas.

1079: Inicia-se a construção da catedral de Winchester.

1080: Hassan Sabah funda em Alamut a Seita dos Assassinos.

1084: O normando Robert Guiscard saqueia Roma. l Bruno de Colónia funda a Ordem da Cartuxa.

1086: Os Almorávidas (muçulmanos) invadem a Península Ibérica.

1087: Urbano II, Papa.

1088: Fundação da Universidade de Bolonha.

1091: Por ter casado com D. Urraca, filha de Afonso VI de Leão, o conde D. Raimundo passa a governar a Galiza.

1095: Urbano II prega e promove a primeira Cruzada.

1096: Por ter casado com D. Teresa, filha de Afonso VI de Leão, o conde D. Henrique de Borgonha passa a governar os condados de Portucale e Coimbra.

1098: Os cruzados conquistam Antióquia. l Roberto de Molesme funda a Ordem de Cister.

1099: O cruzado Godofredo de Bouillon conquista Jerusalém. l É fundada a Ordem de S. João de Jerusalém, primeira ordem religiosa de cavalaria.

1100: Balduíno I, primeiro rei de Jerusalém.

1102: Balduíno derrota os fatimitas e ocupa Cesária. l Os almorávidas em Valência.

1105: Por esta data surgem na Europa os moinhos de vento.

1106: Os almorávidas em Sevilha. l Henrique V, rei da Alemanha. l Fim da questão das investiduras laicas.

1109: Os cruzados tomam Tripoli e Beirute. l Na Sicília surge o primeiro documento escrito em papel. l Ano provável do nascimento de D. AFONSO HENRIQUES.

1110: Balduíno toma Sídon.

1111: Henrique V coroado imperador. l Os almorávidas em Saragoça.

1112: Construção do Templo de Angkor Vat (Camboja).

1114: Começa na China a dinastia Chiu.

1118: Fundação da Ordem dos Templários.

1121: Primeira condenação de Abelardo.

1122: Fim da luta das investiduras.

1124: Os cruzados conquistam Tiro.

1127: Guilherme de Aquitânia: Canções.

1128: Em Portugal, Batalha de S. Mamede, entre D. AFONSO HENRIQUES e a sua mãe.

1131: Em Coimbra, construção do Mosteiro de Santa Cruz.

1135: D. AFONSO HENRIQUES edifica o castelo de Leiria.

1139: Na batalha de Ourique, vitória de D. AFONSO HENRIQUES contra os mouros. l Primeira guerra civil em Inglaterra, entre Estevão e Matilde.

1140: Início da construção da Sé velha de Coimbra. l Floresce a lírica provençal.

1141: Segunda condenação de Abelardo.

1143: Tratado de Samora e fundação do reino de Portugal; D. AFONSO HENRIQUES primeiro soberano.

1144: Revoltas contra o Papa; estabelece-se um governo republicano em Roma.

1147: Segunda Cruzada. l D. AFONSO HENRIQUES conquista Santarém e Lisboa aos mouros.

1148: Derrota dos cruzados frente a Damasco.

1150: Decreto de Graciano: compilação das leis da Igreja (direito canónico). l Por esta data começa a ser utilizada a energia hidráulica para fins mecânicos.

1152: Frederico Barba Roxa, rei da Alemanha.

1154: Henrique II, rei da Inglaterra, dinastia dos Plantagenetas.

1156: Hungria submetida a Bizâncio. l Os árabes iniciam a reconquista das possessões normandas na África do Norte. l É fundada a Ordem dos Carmelitas. l No Japão, os clãs Taira e Minamoto ocupam Quioto.

1157: Ruptura de Frederico com o Papa.

1158: Fundação da Ordem de Calatrava.

1159: D. AFONSO HENRIQUES doa o Castelo de Cera (Tomar) aos Templários e conquista Évora e Beja aos Mouros.

1160: Os normandos são expulsos da África do norte.

1163: Iniciada a construção da Notre-Dame, em Paris.

1166: Floresce Averroes, comentarista de Aristóteles.

1167: Fixam-se em Oxford estudantes ingleses provenientes de Paris.

c. 1168: Os aztecas no México.

1170: Foral dos mouros livres de Lisboa, Almada, Palmela e Alcácer.

1171: Henrique II inicia a conquista da Irlanda. l Fundado em Veneza o primeiro banco de depósitos. l Surgem inovações económicas: letras de câmbio, seguros marítimos, etc. l Saladino, sultão do Egipto.

1173: Os almóadas, senhores de Espanha.

1174: A Escócia presta vassalagem a Henrique II. l Iniciada a construção da Torre de Pisa.

1175: Em Córdoba, floresce o filósofo judeu Maimónides; o Guia dos Perdidos é a sua obra mais importante.

1176: Frederico Barba Roxa, da Alemanha, reconhece a autoridade do Papa Alexandre III. l Saladino na Síria.

1180: Filipe II promove o desenvolvimento do reino da França. l O Romance da Raposa, compilação anónima. l Maria de França: Poemas.

1181: Construção do Alcazar de Sevilha. l Cruzada contra os albigenses.

1182: Nascimento de Francisco de Assis.

1183: Saladino conquista Alepo.

1185: Morte de D. AFONSO HENRIQUES.

1186: No Japão inicia-se a época Kamakura.

1187: Saladino reconquista Jerusalém.

1188: Reconciliação do Papa com a comuna romana. l Saladino conquista todas as possessões cristãs, excepto Tiro, Tripoli e Antióquia. l O futuro Gengis Kan unifica as tribos mongóis.

1189: Ricardo Coração de Leão, rei da Inglaterra. l Terceira Cruzada.

1190: Frederico I morre na Cruzada.

1191: Henrique VI, imperador. l Os cruzados conquistam Chipre e S. João de Acre.

1192: Trégua de três anos entre Saladino e Ricardo Coração de Leão.

1193: Morte de Saladino.

1194: Construção da catedral de Chartres.

1195: Os almóadas derrotam os castelhanos na batalha de Alarcos. l Começa a ser usada a bússola magnética.  l Médico na corte cordovesa, Averróis cai em desgraça.

1197: Os cruzados conquistam Beirute. l Império inca, no Peru.

1198: É fundada a Ordem dos Cavaleiros Teutónicos.

1198/1216: Inocêncio III, Papa; apogeu da Igreja (estados pontifícios) no período chamado Cristandade Medieval.

1199: João Sem Terra, rei da Inglaterra.

c. 1200: Os aztecas instalam-se no México; aliados aos toltecas, levam à ruína a civilização maia.

1202: Quarta Cruzada; os cruzados atacam o Império do Oriente.

1204: Tomada de Constantinopla pelos cruzados; é fundado o império latino.

1205: Wolfram de Eschenbach: Parsifal.

1206: Os venezianos ocupam Creta. l Gengis Kan, imperador dos turcos e mongóis. l Francisco de Assis sai da casa paterna e faz voto de pobreza.

1208: Organizadas, em Paris, as corporações de professores e estudantes.

1209: Fundação da ordem franciscana. l Uma cisão dos estudantes de Oxford dá origem à Universidade de Cambridge.

1212: Afonso II de Portugal e Pedro II de Aragão aliam-se e derrotam os mouros na batalha de Navas de Tolosa. l Frederico II, da Alemanha, é aclamado rei da Sicília l Construção da catedral de Reims.

1214: Gengis Kan apodera-se de Pequim.

1215: O rei João Sem Terra, por exigência dos barões ingleses, promulga a Magna Carta.

1217: Quinta Cruzada.

1218: Os mongois ocupam a Coreia.

1219: Os mongois ocupam Samarcanda. l Francisco de Assis prega o Evangelho ao sultão do Egipto.

1220: Os mongois invadem a Pérsia.

1221: Fracasso da Quinta Cruzada. l Iniciada a construção da Catedral de Burgos. l São Francisco convoca Sto. António de Lisboa para o Capítulo Geral da ordem.

1222: Fundação da Universidade de Pádua.

1223: Os mongois conquistam a Crimeia.

1224: Os bizantinos expulsam os latinos da Ásia Menor. l Fundação da Universidade de Nápoles. l Apogeu do poeta persa Saad.

1225: Nascimento de Tomás de Aquino.

1226: Morte de Francisco de Assis. l Luís IX (S.Luís), rei de França.

1227: Morte de Gengis Kan; divisão do império entre os seus quatro filhos.

1228: Sexta Cruzada. l Fundação do partido guelfo, na Itália.

1229: Frederico II é coroado rei, em Jerusalém.

1232: Fundada a Inquisição sob orientação dos dominicanos. l Corre a notícia da invenção de um relógio mecânico.

1234: Em Granada, iniciada a construção do Alhambra.

1236: Fernando III reconquista Córdoba. l Alexandre Nevski, príncipe de Novgorod. l Os mongois na Rússia.

1237: Publicação póstuma do Romance da Rosa, de Guilherme de Lorris.

1240: Os mongois destroem Kiev e concluem a conquista da Rússia.

1241: Os mongois na Polónia, Hungria e Boémia. l Tratado entre Hamburgo e Lebeque, fundação da Liga Hanseática (Hansa).

1242: Os mongois abandonam as suas conquistas na Europa Central.

1243: Os mongois na Ásia Menor.

1244: Jerusalém sob a dominação islâmica do Egipto.

1248: Sétima Cruzada, encabeçada por S. Luís. l Fernando III, de Castela, conquista Sevilha.

1249: S. Luís conquista Damieta. l Os portugueses conquistam o Algarve aos mouros.

1250: Os muçulmanos reconquistam Damieta. l S. Luís na Síria. l Iniciada a construção da Catedral de Estrasburgo. l Nas embarcações aparece o timão moderno.

1252: Afonso X, o Sábio, rei de Leão e Castela. l Roger Bacon lecciona em Oxford.

1253: Fundação da Sorbonne.

1254: Fim da Sétima Cruzada. l Data provável do nascimento de Marco Polo.

1256: Em Paris Tomás de Aquino mestre catedrático em Teologia.

1258: Hulagu Kan funda a dinastia mongol na Pérsia e destrói Bagdad.

1259: Charles d'Anjou domina o Piemonte.

1260: Com Kublai Kan é fundada a dinastia Yuan (mongol) na China. l Primeira emissão de papel-moeda. l Afonso X, o Sábio, ordena a compilação das Sete Partidas. l Em Florença é construída a Igreja da Santíssima Trindade.

1261: Os gregos enfrentam os latinos e reconquistam Constantinopla. l Fim do império latino. l Restabelecimento do califado do Cairo.

1265: Nasce, em Florença, Dante Alighieri.

1266: Charles d'Anjou, rei de Nápoles. l Roger Bacon inicia a publicação de três obras: Opus Majus, Opus Minus e Opus Tertium.

1270: Encabeçada por S. Luís, oitava e última Cruzada. l Início da viagem de Marco Polo à China.

1272: Eduardo I, rei da Inglaterra, institui o Parlamento como sistema de governo. l Prática de dissecação humana, em Bolonha.

1273: Rodolfo de Habsburgo, rei da Alemanha.

1274: Concílio de Lyon, fim do cisma oriental, união das Igrejas. l Morte de Tomás de Aquino.

1276: João XXI, Papa. l João de Meung: segunda parte do Romance da Rosa.

1276/90: Marco Polo percorre todo o Império da China.

1277: Tempier, bispo de Paris, condena as teses averroista e tomista.

1278: Em Florença, construção da Igreja de Santa Maria, a nova.

1279: D. Diniz, rei de Portugal. l A dinastia dos Mongóis estende-se a toda a China.

1285: Filipe IV, o Belo, rei de França.

1289: Fundação da Universidade de Montpellier.

1290: Floresce Moisés ben Sem Tob, autor de Zohar, compilação dos ensinamentos cabalísticos. l Esculturas da fachada da Catedral de Siena. l Templo Yasaka, no Japão.

1291: É fundada a Confederação Helvética; por esta época surge a lenda de Guilherme Tell. l Primeiras missões franciscanas na Índia.

1292: Morte de Kublai Kan. l Dante: Vita Nova.

1293: É fundada, em Portugal, uma Bolsa de Mercadores.

1296: Separação dos reinos de Nápoles e Sicília. l Início da construção da Catedral de Florença.

1297: No reinado de D. Diniz, pelo tratado de Alcanises são fixadas as fronteiras de Portugal.

1298: Marco Polo dita a crónica das suas viagens.

1299: Osman I, sultão turco.

1300: Aparecem os portulanos, mapas marítimos.

1302: Em Florença, os guelfos no poder.

1303: Bonifácio VII excomunga Filipe, o Belo.

1305: Frescos de Giotto na Igreja de Sta. Maria de Pádua.

1306: Expulsão dos judeus de França.

1308: A Universidade de Lisboa é transferida para Coimbra.

1309: Os Papas em Avinhão.

1310: Construção do Palácio dos Dux, em Veneza.

1312: O Concílio de Viena suprime a Ordem dos Templários.

1314: Dante: A Divina Comédia.

1315: Ramon Llull faz uma viagem a Tunes.

1317: João XXII excomunga os Visconti e acaba por usurpar o poder na Itália.

1321: Morte de Dante.

1322: A propósito da pobreza apostólica, conflito entre o Papa e os franciscanos.

1323: Sublevação de camponeses, na Flandres.

1324: Morte de Marco Polo. l Leão XXII excomunga e derruba Luís da Baviera.

1325: Os aztecas fundam Tenochtitlan. l A Universidade de Paris condena o tomismo.

1327: Luís, o Bávaro, na Itália.

1328: Filipe IV (Valois), rei de França.

1329: O papa João XXII condena 26 proposições das obras do filósofo Eckart.

1330: Por esta data aparecem as primeiras armas de fogo.

1331: Estevão IX, rei dos sérvios.

1333: No Japão, fim do governo de Kamakura. l Casimiro III, rei da Polónia. l Yusuf I, rei de Granada.

1334: Giotto dirige os trabalhos da Catedral de Florença.

1337: Início da Guerra dos Cem Anos, entre a França e a Inglaterra.

1340: Os exércitos de Afonso IV de Portugal e de Afonso XI de Castela derrotam os muçulmanos na batalha do Salado. l Primeiras tabelas de juros para banqueiros.

1341: Coroação poética de Petrarca, em Roma.

1342: Luís, o Grande, rei da Hungria e da Polónia.

1343: Petrarca: De Contemptu Mundi.

1346: Guerra dos Cem Anos: os ingleses derrotam os franceses na batalha de Crécy.

1348: A Peste Negra na Europa. l Fundação da Universidade de Praga. l Aperfeiçoamento do mecanismo dos relógios. l Boccacio: Decameron.

1349: Carlos, o Mau, rei de Navarra. l Petrarca: Cancioneiro.

1350: Divisão do Parlamento inglês em Câmara Alta e Câmara Baixa.

1353: Junto ao estreito dos Dardanelos, Orkan I funda a primeira cidade otomana na Europa.

1354: O viajante Ibn Batutta chega a Tomboctu.

1355: INÊS DE CASTRO é assassinada nos Paços de Santa Clara (Coimbra).

1356: Guerra dos Cem Anos: os ingleses derrotam os franceses na batalha de Poitiers.

1357: Nascimento de D. JOÃO, futuro MESTRE D'AVIS.

1358: Jacqueries, sublevação dos camponeses, em França.

1359: Murad I, sultão otomano.

1360: Guerra dos Cem Anos: paz de Brétigny.

1363: Tamerlão (Timur Lenk), rei dos mongois.

1364: Fundação da Universidade de Cracóvia.

1365: Fundação da Universidade de Viena.

1368: Reinício da Guerra dos Cem Anos. l Na China começa a dinastia Ming.

1369: D. Fernando de Portugal em luta com Castela.

1370: Em Portugal é criada uma Bolsa de Seguros Marítimos.

1372: Apogeu de Ibn Khaldun autor do Livro dos Exemplos.

1375: Atlas catalão, possivelmente da autoria de A. Cresques. l Em Portugal, D. Fernando promulga a Lei das Sesmarias.

1378: O Grande Cisma do Ocidente: o Papa Urbano VI em Roma e o Papa Clemêncio VII em Avinhão.

1380:
Data provável do nascimento de FERNÃO LOPES.

1382: Condenação do teólogo inglês John Wyclif. l Os mongois incendeiam Moscovo.

1383: Em Portugal, D. Fernando morre sem descendência, abrindo-se uma grave crise dinástica; regência de D. Leonor de Teles; rebelião da burguesia e da arraia miúda contra a nobreza.

1384: Tamerlão chega ao Mar Cáspio. l D. João I, de Castela, cerca Lisboa.

1385: João das Regras induz as Cortes de Coimbra a aclamarem D. JOÃO, MESTRE D'AVIS, como rei de Portugal. l Já no reinado de D. JOÃO I , na batalha de Aljubarrota o exército português, comandado por Nuno Álvares Pereira, dizima o castelhano. l À pazada, BRITES DE ALMEIDA mata sete castelhanos.

1386: Tamerlão em Bagdad. l Fundação da Universidade de Heidelberg.

1387: Celebra-se o Tratado de Windsor entre Portugal e a Inglaterra, consolidado pelo casamento de D. JOÃO I com D. Filipa de Lencastre.

1387/1455: Vida de Fra Angélico.

1388: Início da construção do Mosteiro da Batalha.

1392: Em França, no reinado de Carlos VI, são fabricadas as primeiras cartas de jogar.

1394: Tamerlão chega ao Cáucaso. l Nascimento do INFANTE D. HENRIQUE.

1398: João Huss começa a pregar em Praga. l Tamerlão conquista Delhi.

1399: Henrique IV, primeiro rei de Inglaterra da casa Lancaster.

1400: Por esta data aparece o ferro fundido e o mecanismo biela-manivela. l  Morte do poeta inglês Geoffrey Chaucer.

1401: O casamento entre D. Afonso (conde de Barcelos e filho ilegítimo de D. JOÃO I) com D. Brites, filha de D. Nuno Álvares Pereira, origina a casa dos Duques de Bragança que virá, no século XVII, a constituir a quarta dinastia real portuguesa.

1402: Início da construção da Catedral de Sevilha.

1411: É assinado a paz provisória entre Portugal e Castela.

1412: Nascimento de Joana d’Arc.

1414: Concílio de Constança, um só Papa, Martinho V.

1415: Huss é queimado vivo. l Sob o comando de D. JOÃO I, Portugal inicia a sua expansão ultramarina com a conquista de Ceuta.l Infante D. Pedro: O Livro da Virtuosa Benfeitoria.

1416: Afonso V, rei de Aragão e da Sicília.

1417: Eleição de Martinho V, fim do Grande Cisma.

1418: O Infante D. Pedro inicia a sua longa viagem pelas Sete Partidas do Mundo.

1419 – FERNÃO LOPES, Guarda-mor da Torre do Tombo. Gonçalves Zarco e Vaz Teixeira descobrem o arquipélago da Madeira. l Fundação da Feira de Lyon.

c. 1420: Deve-se aos portugueses a invenção da caravela.

1420: Guerra dos Cem Anos: Tratado de Troyes, Henrique V regente da França. l Pequim, nova capital chinesa. l O Infante D. Henrique é nomeado regedor da Ordem de Cristo.

1421: Sob a orientação do Infante D. Henrique, os portugueses iniciam a exploração da costa ocidental africana.

1424: Os turcos conquistam Esmirna e reconquistam Anatólia.

1425: No México, Itzcoatl, rei dos aztecas. l Início da colonização da Madeira.

1426: Massacio pinta os Frescos da Capela Brancacci, em Florença.

1427: Descobrimento do arquipélago dos Açores, por Diogo de Silves. l De Bruges, o Infante D. Pedro escreve carta a D. Duarte, que é um verdadeiro breviário político.

1428: Guerra dos Cem Anos: os ingleses cercam Orleans.

1428/38: D. Duarte I, de Portugal: O Livro da Ensinança de Bem Cavalgar em Toda a Sela e O Leal Conselheiro.

1429: Guerra dos Cem Anos: Joana d’Arc liberta Orleans, faz coroar o seu rei Carlos VII na catedral de Reims e lidera os franceses contra os ingleses.

1430/50: Fernão Lopes: Crónicas de D. Pedro, de D. Fernando e de D. João I.

1431: Guerra dos Cem Anos: Joana d’Arc, com 19 anos, é presa, julgada, condenada e queimada viva.

1433: Morrem Nuno Álvares Pereira e D. JOÃO I. Em Portugal sobe ao trono D. Duarte. Gil Eanes transpõe o cabo do Bojador, começando o reconhecimento da costa africana.

1433/99: Vida de Marsilio Ficino.

1434: Cosme de Médicis governa a República de Florença; esplendor das artes renascentistas. l Os portugueses chegam ao Cabo Bojador.

1436: Em Florença, Fra Angélico: Frescos do Convento de S. Marcos.

1437: Desastre militar português em Tânger e os mouros aprisionam o Infante D. Fernando.

1438: Revolução burguesa em Portugal.

1439: Povoamento do arquipélago dos Açores.

1440: Nicolau de Cusa: De Docta Ignorancia.

1443: Morre no cativeiro, em Fez, D. Fernando, o Infante Santo.

1444: Desembarca em Lagos o primeiro contigente de escravos filhados na costa africana. l Em nome de D. Afonso V, o Infante D. Pedro promulga as Ordenações Afonsinas.

1446: Os turcos invadem a Grécia. l Em Florença morre o arquitecto Filippo Brunelleschi. l Morte do escultor Donatello.

1449: O Infante D. Pedro, regente do reino após a morte de seu irmão D. Duarte, é vencido e morto na batalha de Alfarrobeira pelas hostes de seu sobrinho, D. Afonso V.

1450: Francisco Sforza, duque de Milão. l Data provável em que o português Zurara escreve a Crónica da Tomada de Ceuta. l Data, embora incerta, em que são pintados, talvez por Nuno Gonçalves, os Painéis de S. Vicente. l Época de ouro da laca japonesa.

1451: Nascimento de Colombo.

1452: Nascimento de Leonardo Da Vinci numa aldeia da Toscânia, Itália.

1453: Zurara: Crónica dos Feitos da Guiné. l Fim da Guerra dos Cem Anos: independência da Borgonha, que perde Paris e a Normandia para os franceses; a Inglaterra fica apenas com a cidade de Calais. l Os turcos otomanos, chefiados por Maomet II, tomam Constantinopla; fim do império bizantino (consideram os historiadores que, com este evento, se dá por encerrada a Idade Média e começa a Idade Moderna).

[Regressar à Tábua Cronológica]